sexta-feira, novembro 10, 2006

" Dá - me o Tempo " ...

Deita - te em Mim
Descobre onde estás
Escuta o Silêncio
Que o meu Corpo te traz !
Não me deixes partir
Não me deixes voar
Como um Pássaro louco
Como a espuma do Mar .

Sente a força da Noite
Como facas no peito
Como Estrelas caídas
Que te cobrem o leito .
Tenho tantos Segredos
Que te quero contar
E uma Noite não chega ...
Diz que podes ficar !

Dá - me o Tempo
Dá - me a Paz
Viver por ti não é demais !
Dá - me o Vento
Dá - me a Voz
Viver por Ti ...
Morrer por Nós .

Enfim nós os Dois
Os teus gestos nos meus
Perdidos no quarto
Sem dizermos Adeus .
Adiamos a Noite
Balançamos parados ...
Pela última vez
Os nossos corpos colados !

Sente a força que temos
Quando estamos assim
Um segundo é o Mundo
Que nos separa do Fim !
Porque tens de partir
Quando há tanto a dizer ?
Eu não sei começar
Não te quero perder ...

* Pedro Abrunhosa *

5 comentários:

Japonesa disse...

um dia ainda quero estar verdadeiramente apaixonada. acho que deve ser demais mesmo!!!!

:-))****

WildMindMan disse...

BEM ... só consigo dizer que nada consigo dizer.

esta menina hoje quer me matar do coração, só pode!

**********

um_2 disse...

quase perfeito :-)*

CosmaShiva disse...

Japonesa linda* Miiillll Jinhos em Tu ... desejo-te toda a felicidade por seres assim como Ès ... Tu mesma ( e um grande amor também, alguêm que te saiba dar o valor que mereces )

Wild :-)) Brigada por as tuas palavras ... gostei que gostasses lol ( Big Kiss * )

( Guardando o "melhor" para o fim lol )

um ... quero que me expliques essas palavras ... letrinha por letrinha lol

Fica bem e Jinho gande em Tu :-)*

um_2 disse...

a foto, o poema, o teu bom gosto.

fui explicito cosma?

:-)*