quinta-feira, novembro 16, 2006

Chocado, pois claro! O pecado!

Ontem lá fui eu aos correios de portugal, pagar a minha conta dos TLP, como estava de chuva lá tive que calçar aquelas meias grossas e aquelas galochas azuis de borracha, que me ofereceram quando tinha 16 anos.
Bom, mas o que realmente interessa é que ao chegar aos correios, deparei-me com uma situação deveras pecaminosa. Quando me cheguei ao balcão não é que tinha de um lado, o ultimo grande livro de paulo coelho (como são grossos dão sempre jeito para a lareira) e do outro tinha um de vinhos?!?!
Quê lá isto, já não se pode ir pagar a conta dos TLP e somos logo assediados com algo pecaminoso. Até nos correios??!!
Já viram a capa do novo de paulo coelho? Um horror... um dedo de uma criança a tocar numa mama feminina (jeitozinha por sinal)... mas que coisa.
Eu como quem não quer a coisa, olhei de lado para o livro, mesmo ali à minha frente.
A senhora que me atendeu, brasileira, já a conhecia de tempos idos, não é boa de cara, mas claro, vi-me forçado a olhar para o livro e para ela, como que a comparar, ai ai.
Imaginem uma mama de mulher a menos de 20 cm de mim, e despida... claro, subiram-me logo os calores, mas segurei-me ao crucifixo que guardo no bolso das calças e beijei-o com ardor, ajoelhei-me e rezei mesmo ali, para controlar o ímpeto do pecado emergente.
E o livro do vinho assim com o titulo, ´vinho e sabores´ ou coisa do género, quer-se dizer, a gente pensa logo num chalé na serra da estrela, em 3 dias com o móvel desligado, com frio lá fora, com uma lareira acesa lá dentro, com mantinhas e almofadas em frente à lareira, com dois corpos lá enfiados e com um tintinho e dois copitos para o aquecimento...
Já nada nos vale.
Nós seres de fé, que nos pautamos por uma boa conduta e estamos sempre com a cabeça limpa do pecado, e de repente somos assediados por uma imagem pecaminosa...
Possa, já nem nos correios!
Oremos.

2 comentários:

WildMindMan disse...

Amen !!!

{ }

Japonesa disse...

sabes que eu lá vou tentando fazer um esforço para conseguir orar, mas tenho sempre aquela coisa... de me enganar sempre!

eu chego à conclusão que não sou daquelas que tenha vocação para orar... eu duvido sabes? a fé e tal... duvido até da fé!

e chego assim a uma conclusão demasiado óbvia: é que eu sou mas é o pecado!

(sabes, eu quando ía imaginando o chalé na Serra da Estrela e tal... já ía por aí fora e não tava a pensar em dois corpos apenas... imaginava mais ainda... mais além...)

Um_2 peço-te encarecidamente: oras por mim? é que eu preciso tanto... e assim, enquanto tu (e outros) vão orando eu vou podendo ir pecando, crente que os meus pecados serão expiados rapidamente devido à tua tão grande devoção...

ehehehe (só eu! ai ai!)

beijos respeitosos, mas com uma pitadinha de pecado (uma lambidela lascíva!) - depois oras e pronto! passa tudo...

:-)*******