quarta-feira, outubro 18, 2006

Estórias de chat...

Pois é, está tudo arrumado.
Ponto da situação, a lua vip continua a sua saga de sózinha descartada procurando um gato felpudo.
A blhec anda selecta, os longos meses no quintal, já fazem com que os senhores saltitantes de nome, não a abordem como de antes, imagino que se esteja a sentir só e infeliz.
Quando ao meu amigo dos peitos, o vadiozinho, ele lá anda, com o seu eterno namoro infiel com a Just, que pelo post atrás, revela coisas interessantes, e um passado algo colorido lol, bom qb, mas que deseja recuperar, embora saiba que ele não voltará. Continua a passear o seus justos fatos, e a mascarar com brilho as vielas do quintal.
Hoje (ontem) foi um dia aqui virado para a consciência e para a reflexão, com textos e imagens a puxar para o ventrículo, pois bem... são dias, e um sinal de fumos, puxa outro e é como se vê, tive de novo de ir ao pingo doce renovar o stock de lenços (com cheirinho a bebé, diga-se). Estes dias são bons, para fazer o intercâmbio com o escárnio e mal dizer que por aqui abunda em primor.
Já para não falar no pecado e nos pecaminosos populantes habitantes do quintal, até parece que foram escolhidos a dedo.
A nesa, que dizer da nesa, ai ai, aquela alma. Ela por ali anda, tal como ela, com o destino ainda por traçar.
(A cada 11 segundos nasce um Americano, hoje chegaram aos 300 milhões).
O Vipinho continua na sua saga musical, já enfardou de certo pessoal do quintal por andar a por musicas que iniciavam com um autoclismo e um sujeito lá com a cabeça.
Agora colocou um vídeo bem porreiro, a lembra-me logo o convite que eu fiz à blhec para fazer-me o cost to cost de NY a LA de carro, mas ela logo me disse que a pele dela não aguentava tamanha corrente de ar, e podia lá chegar em forma de boneca insuflável assim com a boca aberta e tudo. (um horror, diga-se, fiquei em choque até hoje mesmo).
O mitinho o meu segundo grande amigo do peito, ali anda a espelhar os seus abraços e a poemas lindo.
(o povo português é dos que mais escreve no mundo, consta que cada portugues tem em casa uma gaveta de coisas que escreve ao longo da vida, isto não se passa com mais nenhum povo no mundo) eu confesso que não tenho.
E a Gosmita, ai ai...ainda tenho bocados de pão das torradas que comemos hoje em cima da caminha... mas depois enfardei um enxerto de porrada, porque ela disse-me logo que quem lavaria os lençóis seria eu, pois é amigos, no próximo fds, lá estarei eu com os lençóis e o sabão azul junto ao tanque, armado em lavadeiro de Caneças, e depois ainda dizem que o amor é lindo... da-seeeee, quem foi o estúpido que inventou um frase dessas.

Tenho In deed...

Obs: e cuidado com o pecado, ele espreita a cada esquina...

4 comentários:

consciente disse...

(um) meu amigo dos peitos(40) sao um pouco grandes confesso...risos....[[[[]]]]

CosmaShiva disse...

You are the "One" ...and only...

O teu sentido de humor é simplesmente o máximo ;-)
Eu bem tento ... não "ceder" ao impulso, que teima em sair do meu mais "intimo" Ser... mas não sei por quanto mais tempo lol

Dizia eu... que o Pecado mora ao lado, ai bidaaaaa...
( estou mesmo a precisar de um "retiro" espiritual... talvez ajude )

PS- As torradas estavão óptimas... temos que repetir mais vezes, quanto aos lençóis... esses podem esperar, temos coisas mais importantes pra fazer... lol

Beijo e sorriso*

um_2 disse...

Cosma, peço-te, não faças esse jeito com os lábios, não os trinques como tu só sabes, com os teus dentinhos de coelhinha, que eu não responderei por mim, e depois o que será de nós?

Que se lixem os lençóis! - até que enfim sinto o meu pensamento clonado. :-)))

Japonesa disse...

só comigo ninguém gosta de comer torradas... ou tostas com requeijão e mel... e beberricar uma taça de champagne.

vou fumar...

hoje naquele meu tão caracteristico estilo blasé (olhar ausente, ar de absoluto desprezo pelo mundo, denotado no acentuar dos cantos da boca descaidos), um copo oblongo de vinho tinto na mão esquerda, agarrado meio displicentemente, como que sem vontade...