quinta-feira, maio 10, 2007

DEPOIS DE...

Depois de um tempo infinito e árido
Depois de uma vida amargurada
Depois das lágrimas azedas e duras
Ao olhar o mundo com mágoa
Depois…
Depois de saber o que é não ser de estima
Depois de ser vilmente enganada
Depois de sentir ser discriminada
Ser estupidamente maltratada
Depois….
Depois de lutar tantos dias e tempo
Depois de sacrificar e abenegar
Depois de chorar frustrada
De rir de satisfação realizada
Depois…
Depois de perceber de mim
Depois de receber algum conforto
Depois de sentir-me e ter
Ser para alguém o colo
Depois…
Depois de me ter apercebido da dor
Depois de muitas noites sem dormir
Depois de desejar não saber o que é amor
De morrer mais um pouco sem sentir
Depois…
Depois de sentir a alma fria
Depois de rir muito sem alegria
Depois de sonhar e desejar a paz
Sem a esperança do amanhã
Depois….
Depois de me saber desejada
Depois de não sentir ser amada
Depois de recusar pensar em nada
Querer não sofrer não sentir mais
Depois…
Depois surgiste do nada
Depois de nem sequer dar por ti
Depois de te olhar como te vi
Não acreditando no óbvio ou sonho
Depois….
Depois de me sentir em mim…
Depois de tu me agarrares na alma
Depois de me fazeres sentir mais calma
Ser mais mulher agora do que ontem
Depois…
Depois de te ouvir em deleites
Depois de possuir sem limites
Depois de te adivinhar sem saber porque
E chorar sem conseguir perceber de que
Depois…
Depois de mim apática
De nós mais ou menos assim
Depois de amar sem querer
Nem perder meu sentir em vão
Depois…
Depois de te aconchegar nos braços
Depois de te embalar meu carinho
Depois de perder eróticos sentidos
Ansiar teus passos e ruídos
Depois…
Depois dos que nos rodeiam
Depois dos que nos invejam e odeiam
Depois dos que tanto mal nos quiseram
Torturaram gratuitamente com maldade
Depois…
Depois de ler os olhos felizes
Depois de murmurar teu nome
Depois de saberes-me segura
Saboreares-me em doce tortura
Depois…
Depois de temer por ti
Depois do teu chorar dentro de mim
Depois de te possuir em desespero
Agonizares comigo por inteiro
Depois…
Depois de teu terno beijo
Depois de meu incessante desejo
Depois de nós meu amor
Eu não quero mais ninguém
Depois de ti….

(Dez/2006)

5 comentários:

LadyDelish disse...

E ja a musica do outro dizia:

Depois de ti mais nadaaaaaaaaaaaaaa

nem sol nem madrugadaaaaaaaaaa

sem ti nao ha amorrrrrrrrrrrrrr

a vida nao tem corrrrrrrrrrr



ehehehehehehehe


Beijinhos St@r .. e bem vinda ao cantinho da malta =)*

um_2 disse...

juzinha, do que me foste lembrar... vou postar uma musica (esta) que vou dedicar à tua amiga.. a quem eu irei por um providência castelar (na testa) !!!!

:)*

LadyDelish disse...

ehehe

pedrinho so eu pra te lembrar dessas coisas!

A minha amiga é um doce pedrinho.. tens que conhece-la ..gosto tanto dela =) um amor.

pedrinho apetee-me pecar ao som desta musica!


risossssssssssss

ahahahahaha


GMDT =) Kuss big*

Japonesa disse...

um antro de pecado... e ninguem sentiu mais nada?

Staris querida, li estes teus gemidos em silêncio e não conseguia dizer nada... só te ouvia :-)

lembro de noites rasgadas no msn em que acabavamos as duas a rir e a chorar como umas doidas. e agora, a partir de hoje, vou ter tanto que te contar tb... e vamos rir e chorar das minhas coisas de novo. sempre pelos mesmos motivos, mas agora com significados diferentes.

;-)****
(já te disse que te adoro hoje?)

St@rlight disse...

JAPO num disseste...
Mas eu sei linda :))***

Tenta rir... arranja mais umas rugas de alegria... essas não ha cosmetico que disfarce ;))