quinta-feira, maio 10, 2007

ACHO GRAÇA!!


Acho graça!!
A prédios atulhados de alumínio e azulejo
de casas minúsculas para uma familia imensa...
E a jardins plantados de batatais e rodeados de roseiras
de cidades lusas infestadas de palmeiras...

Acho graça!!
De azeitonas a cheirar a Espanha,
de pão nobre a saber a palha...
De arroz malandro cultivado em chinês
de cães de água tosquiados em pequenês...

Acho graça!!
A cho graça a casais castigados no tempo e no ódio
de namorados fitos no alheio espólio...
Do burguês bossal armado em finório
do empresário furtivo nos bens até no velório...

Acho graça!!
Acho graça a políticos imberbes e fúteis nos ideais,
Aos paradoxos da justiça e do governo dos demais...
Á utopia dos projectos ministeriais
e ao seu alheamento e despiste dos populares...

Acho graça!!
Ás placas com palavras com esses e erres ao contrário
A monumentos raros de história em entulhos desmoronados...
A gráfittis em muros protegidos por otários
ao abandono da ruralidade das gentes e dos operários...

Acho graça!!
Á idolatração da bola que rebola interesseira
aos que se governam dela de qualquer maneira...
Gracejo triste e choroso deste povo lindo,
porque ele se deixa comer por parvo, e ainda se deita sorrindo!!

Acho graça...
(in chat)

2 comentários:

Japonesa disse...

divinal (já te tinha dito?) mesmo...


não te sabia assim, tão dotada. lindaaaaaa

:-)) bem vinda a este cantinho
beijos em forma de suspiros e pós mágicos de estrelas cadentes

St@rlight disse...

Bigadas JAPO...
Vou tentar não abusar ...
ehehehehe
Jokinhass 8)*****