sábado, dezembro 16, 2006

e para quem já não acredita em cartas de amor... deixo uma para lerem e acreditarem que podem ainda existir (como o Pai Natal...)

Não sei, mas será que algum dia saberei??...

Não sei o que te hei-de dizer! Apesar de tudo e de tantas coisas que já se passaram...

Eu sei que a vida não te tem corrido como tu queres, nem a mim, e, apesar de tantos esforços que fizemos para nos darmos bem, parece que não chegamos a lado nenhum... talvez porque os problemas também não deixaram que chegassemos a um acordo ou a uma resolução. Mas eu sei que o que sinto por ti faz-me querer viver com a paz e a harmonia que tanto desejamos ter um com o outro, juntos e bem, interiormente...tem sido uma luta constante e imparável que te tirou as forças, até a mim, mas, pelo que eu sinto e sei que sentes, acho que vale a pena remar contra a maré, por muito forte que ela seja, porque eu sei que me adoras, me queres e me desejas tal como eu te quero a ti. Tanto como a enorme força que não nos deixa andar para a frente juntos.

É por isso que eu acredito que o amor vence qualquer obstáculo, por mais cruel e duro que ele seja. Modificar-me para estar contigo, bem e em paz, eu faço-o... não apenas por isso, mas por querer ser alguém e saber que sou capaz. Por muito difícil que seja fazê-lo sozinha, estou disposta a lutar, a provar que é o que quero para mim, para me sentir feliz e, se possível, contigo, do meu lado, ao lado da pessoa que eu adoro, que me faz sentir bem, seja de que maneira for. Eu sei o que eu quero mais do que tudo na vida. Não acredito no impossível, mas sei que existem coisas quase impossíveis, que não me assustam, quando sei que existe alguém que me quer ver feliz mas não sabe que o que para mim representa a felicidade é o seu bem-estar... E tu realmente queres?... eu QUERO mais do que nunca! mais do que TUDO! Luta por mim que eu luto (e acredita que vou lutar!) mesmo sem forças, mesmo sem ver e sentir-me satisfeita, eu sei que vou conseguir... tu dizes que acreditas em mim: eu espero que sim, pois eu acredito em ti e sei que por mais contradições e obstáculos que existam o sentimento vai, sem a menor dúvida, vencer, custe o que custar... por muito difícil que neste momento seja acreditar em nos entendermos e tentarmos mais uma e outra vez, seja as vezes que forem necessárias, para conseguirmos alcançar tudo o que sempre desejámos alcançar. Eu estou aqui, presente para tudo: tudo o que for necessário para lá chegarmos, à meta que tanto nos fez sofrer para alcançar. Eu, tu, nós somos capazes, basta querermos, desejarmos, sermos invencíveis perante tudo e todos, juntos, lado a lado. Só eu e tu sem mais ninguém a interferir no nosso feeling que eu sei que é grande e único. Não vamos desperdiçá-lo, pois não merecemos sofrer separados se podemos sofrer juntos, bem unidos, bem perto um do outro... o sofrimento é inevitável mas por mim (e neste momento falo por mim) prefiro sofrer contigo do que sem ti.

Ninguém prevê o futuro, mas no presente ambos gostamos demais um do outro e quando existe um sentimento que tu dizes ser grande, e eu também o tenho (e tu sabes disso perfeitamente) vale a pena lutar, custe o que custar, doa a quem doer. O que interessa é o que sentimos na realidade, à flor da pele, dentro do nosso coração, da nossa alma. Segue o que sentes e não penses demais, pois cada dia é um dia e ambos sabemos o que queremos, pelo menos a nível do que sentimos. As emoções são o que nos move, o que nos faz querer viver dia após dia: carinho, mimos, amor e tudo aquilo que nos completa e nos faz sentir bem. A nível financeiro eu sei, com muita certeza, que vou conseguir atingir os meus objectivos. E se eu os conseguir, tu estás sempre incluído, pois és a pessoa que eu adoro e que eu quero... Amizade terei sempre por ti, mas o que eu quero é ter-te em tudo, pois mais uma e outra vez te digo que a minha felicidade é estares do meu lado em tudo. Eu estou disposta a lutar por ti. Estás disposto a lutar por mim? A questão é simples... A resposta eu sei que para ti não parece nada fácil, mas se fores pelo coração, acredita que a cabeça te irá dizer alguma coisa. Um conselho: vai em frente pelo que sentes e vais ver que tudo com tempo se dissolverá e chegarás ao completo entendimento... carinho, paixão e, acima de tudo, compreensão. Consegues entender o meu lado, as minhas necessidades e os meus maiores valores que, não tenhas dúvidas, são a honestidade, a confiança e adorar-te?

Não tenhas a menor dúvida... adoro-te inevitavelmente... transcendentemente...



Não tem explicação tudo, tudo o que sinto por ti Hugo Antunes...

Uma sensação estranha
Algo difícil de explicar...
Como se um anjo me afagasse a alma
E o meu coração se pusesse a voar...

De repente, uma invasão de silêncio,
Como se os pássaros deixassem de cantar,
E o vento que alvoraçava os meus cabelos
Por um instante deixasse de soprar...

Na verdade, não tinha a certeza
Se estava a sonhar ou se era realidade...
Quanto tempo durou este momento...
Um segundo, uma eternidade?

Só sei que os meus sentimentos enlouqueceram
No dia em que os meus olhos
O teu olhar conheceram...


Patricia Silva

Leiria, 22 de Março de 2006

Para ti Hugo A.

6 comentários:

um_2 disse...

nesa, eu já escrevi até bastantes cartas de amor... aqui ha dias numa limpeza que fiz estive com elas todas na mão, tinha-as lá num molho de folhas... ainda li partes de algumas. bem recordo o sofrimento que era na altura. escrevi algumas com muita dor mesmo, eram textos longuissimos e eras imensas... aquilo dava um livro. e pronto foi assim :-)

lil disse...

mas vence.......se for amor vence tudo.........muitos esquecem-se é que são precisos dois........o amor constrói-se a dois.........

japo**

WildMindMan disse...

lindíssimas palavras.

instensíssimo sentimento.

ainda hoje não entendo muito bem como é possível transcrever, para palavras, sentimentos e emoções tão profundas e "interiores".

mas também penso que não é para entender, é para sentir e pronto.

obrigado por cá colocares palavras que nos fazem sentir :))

um grande beijinho em ti *

Japonesa disse...

ainda bem que gostaram. eu nunca escrevi cartas de amor... porque será? mas quero aprender. gosto de ler as dos outros, mas n sei porque me fazem sofrer sempre. será porque os sentimentos que se escrevem num dia tempos depois passaram? será porque sei que o que agora é assim, ontem foi assado e amanhã será doutra forma? será porque não acredito no amor? ou será porque tenho inveja?

se calhar é porque sim!

beijos a todos :-)

um_2 disse...

nesa, uma carta de amor é sempre escrita quando a conversa já nao chega lá, é ja no desespero da coisa, são cartas dolorosas, em que um tenta salvar.. fazer ver por palavras à outra que vale a pena... quando ha cartas de amor... já se perdeu ´aquilo´ a essencia.
depois ha as outras cor de rosa de juras de amor... (palavras tontas)
:-)

lil disse...

japo,,,'e amanhã será assado'??????? porquê / para quê futurares??? porquê / para quê racionalizares???
....isto sim,,,isto não pode ser racionalizado,,,quando o é deixa de ser..........
[eheheh já parece o jogo de palavras do um2]

e por falar nele(em ti)....'palavras tontas'.......ou não


venero a negação eu :)