segunda-feira, fevereiro 05, 2007

" Procura-se um Amigo ... "


"Não precisa ser homem" ... basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor... Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar !

Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoa tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer ...

Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.

*Vinicius de Moraes*

10 comentários:

Japonesa disse...

lindissimo isto... e eu é exactamente um amigo assim que tb procuro. alguem disponivel?

:-)****

WildMindMan disse...

Eu não procuro a amizade, espero que ela venha ter comigo.

Como?

Simples...

Procurando-a.

Como?

Simples...

Sendo apenas eu.

Como?

Simples...

Acreditando na amizade.

Cosmashiva :)) parabéns pela escolha ****************

um_2 disse...

dizem que a riqueza da vida se mede pelos amigos que temos.
primeiro temos de ser nós proprios os nossos melhores amigos!
acho hoje a vida demasiadamente densa e ampla como jamais se viveu outrora! tempos complexos que hoje dificilmente os percebemos. daqui a 50 anos seremos objecto de análise como hoje analisamos os anos 50 do seculos passado. o mundo ´avançou´ mais nos ultimos 10 anos que sei lá...
as pessoas nao sabem bem porque cá andam, e enchem a vida com sonhos repetidos dos outros. é tudo tão banal!
sabemos demais. hoje nao há amigos!

Anónimo disse...

[um2 ‘já não há amigos’ ?!!!! parece-me uma frase digna do César...ou de um cenário dantesco ...poças a encheri por todo o lado...]



....e é obvio, quase uma verdade empírica diria....há, como sempre houve, amigos...............desde que nos saibamos dar ou reconhecer na amizade..........


e para eles, besos de mil colores

lil

Japonesa disse...

até me apetece dizer uma asneira um2 .... rais partam isto tudo... que tens tanta razão.

mas as pessoas tb se medem pelos seus inimigos... e eu que sou a minha mais acérrima inimiga: sempre atenta, sempre alerta, n deixo passar uma!

olha: fodasse

um_2 disse...

lil, o Júlio?

___________________________

nesa, eu acho que é com o tracinho, :-)))

Anónimo disse...

Foi para isso que nascemos isolados numa ilha, para não termos amigos...


kite

Anónimo disse...

»»sim, esse mesmo, um2, esse que tinha como amigo o Marco António e que usou a denominação de César para ludibriar o povo........

»»agora::..um escrever,,,percebe-se MAS começarem a crescer defensores.......por favor!!!!!não vou ‘descontruir’ todo o texto que o um2 escreveu, apenas porque....prantes....sou adepta da filosofia pluralista...e claro,,,na equação dou o desconto fenomenalao estado de espírito no momento em que as palavras foram escritas e à personalidade da pessoa que o escreveu........


»»Kite:)))))) (conseguiste que esboça-se um sorriso, obrigada!)



lil

Anónimo disse...

errata:
*fenomenal............


(esta minha disgrafia.........enfim e tal)

CosmaShiva disse...

Whatever ...
( sem comentários )